domingo, 5 de março de 2017

Que me olhe nos olhos quando falo. Que me ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência. E, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos. Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado; alguém Amigo o suficiente para dizem-me às verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: - A Amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia Eu perder o meu ouro e não for mais a sensação de festa. CHARLIE CHAPLIN

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Nenhum comentário:

Postar um comentário